“As três irmãs: Tudo seu”

Seu coração estava endurecido, nem mesmo percebera a própria mudança, não se reconhecia mais de outra forma e ali, parada na janela, não podia voltar atrás. Mas… voltar atrás? Também não sabia se essa era uma coisa capaz de fazer, tampouco entendia se a desejava de verdade. Suas lembranças apenas lhe diziam que tudo sempre fora assim: seu!, impiedosamente seu. Os olhos duvidavam, mas as mãos não se mexiam e ambas trabalhavam juntas, estáticas, para que nada mudasse do que está. As imagens da infância eram vastas, fortes e felizes, da família unida, festas do divino, sempre abastadas de mandioca, feijão e cachaça. Seu futuro, nem a cachaça ele vê mais. Não vê condenação, nem consequências: vê resultados, vê terras que inundam sua vista, inundam o redor de sua casa, cumpriu o que o pai prometera, agora era tudo seu, impiedosamente seu.

Anúncios

Sobre Bia Bernardi

Bia Bernardi é escritora e gosta de ler livros de temas diversos, adora música, pra dançar ou só ouvir, e gosta de estar com quem gosta.

  1. Bom, intenso. Uma vida em um parágrafo.

  2. Sheila Boesel

    Fiquei querendo mais dessas “festas do divino, sempre abastadas de mandioca, feijão e cachaça”!
    (Linda foto!)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: