Rubaiyat

Doors, de Robyn Ray

Doors, de Robyn Ray

 

E ao cantar do galo, os homens fora

Da taverna gritaram: — Abra a porta!

Pois temos pouco tempo por aqui,

E depois de partir, ninguém retorna.

 

 

 

And, as the Cock crew, those who stood before

The Tavern shouted — “Open then the Door!

You know how little while we have to stay,

And, once departed, may return no more.”

 

Rubaiyat 3, de Rubaiyat of Omar Khayyam, de Edward Fitzgerald, tradução de Rogério Guimarães.

Anúncios

Sobre Rogério Guimarães

Rogério Guimarães nasceu em Santo Antônio da Platina (PR). Gosta de desenhar e tocar violão. Vegetariano não praticante, curte esportes radicais como yoga e tai chi chuan.Busca inspiração para escrever em Pasárgada, Shambhala e na paisagem cosmopaulistana. Participou da antologia de contos Abigail, publicada pela Editora Terracota, e do ebook Geração em 140 Caracteres, editada pela Geração Editorial. Seus próximos livros serão lançados em 2012, se o mundo não acabar.

  1. Retorna em grande estilo Rogério. Parabéns!

  2. Muito obrigado, Roseli. Grande abraço.

  3. Sheila Boesel

    Uau Rogério, Fitzgerald – uau!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: