Arquivo do mês: janeiro 2014

Férias

Prezados leitores, prezadas leitoras, A partir de hoje, entramos em férias. Retornamos em março próximo. Até lá, convidamos você a se aventurar pelo blogue. São mais de 300 posts de ficção esperando uma leitura, releitura, comentários… Para acessá-los, basta clicar

Férias

Prezados leitores, prezadas leitoras, A partir de hoje, entramos em férias. Retornamos em março próximo. Até lá, convidamos você a se aventurar pelo blogue. São mais de 300 posts de ficção esperando uma leitura, releitura, comentários… Para acessá-los, basta clicar

A Irmã de Schubert

… Theodor não poupava a única filha sobrevivente de muitas que teve. Exigia que fosse uma musicista tão brilhante quanto o irmão, notório compositor, e mais esforçada que as primas Quine, bailarina e poliglota, um exemplo a seguir, e Tomy

A Irmã de Schubert

… Theodor não poupava a única filha sobrevivente de muitas que teve. Exigia que fosse uma musicista tão brilhante quanto o irmão, notório compositor, e mais esforçada que as primas Quine, bailarina e poliglota, um exemplo a seguir, e Tomy

Primavera

  A casa não tinha nada de engraçada, apesar de não ser, assim, tão diferente do que se dizia na cantiga cantada na escola do vilarejo: tetos, paredes, janela e porta havia, e dentro dela apenas um velho banco e

Primavera

  A casa não tinha nada de engraçada, apesar de não ser, assim, tão diferente do que se dizia na cantiga cantada na escola do vilarejo: tetos, paredes, janela e porta havia, e dentro dela apenas um velho banco e

Bruxa II por Sheila Boesel

A idade certa (II)*

2013 – Cadê a Rita? – Assim, vó, encosta bem o corpo na almofada. – Eu quero a minha boneca… – Que boneca, vó? – A minha boneca Rita. – Nunca vi essa boneca, vó. – Minha única boneca. Me

Bruxa II por Sheila Boesel

A idade certa (II)*

2013 – Cadê a Rita? – Assim, vó, encosta bem o corpo na almofada. – Eu quero a minha boneca… – Que boneca, vó? – A minha boneca Rita. – Nunca vi essa boneca, vó. – Minha única boneca. Me

Tamara

Todo mundo viu Tamara em seu último dia. E não é exagero. Do Centro não houve quem não acorresse à delegacia para dar sua contribuição, certamente crucial, para o achamento da garota. Era como se o bairro inteiro tivesse combinado

Tamara

Todo mundo viu Tamara em seu último dia. E não é exagero. Do Centro não houve quem não acorresse à delegacia para dar sua contribuição, certamente crucial, para o achamento da garota. Era como se o bairro inteiro tivesse combinado

ana marrom

a porta não quis me deixar sair avisou sobre meus olhos inchados borrados de terra coisas velhas. consenti. voltei abrir bau é descer em cova nada rasa fotos antigas me aprofundam e sou desajustada. fantasma bailante quando olhei aquela foto

ana marrom

a porta não quis me deixar sair avisou sobre meus olhos inchados borrados de terra coisas velhas. consenti. voltei abrir bau é descer em cova nada rasa fotos antigas me aprofundam e sou desajustada. fantasma bailante quando olhei aquela foto

Amor Fati

Conheci o músico e de sua boca saíram notas dissonantes Conheci o carpinteiro e de suas mãos saíram corpos desarticulados de madeira Conheci o poeta e ele sussurrou sobre as ruínas dos jardins suspensos   Todos os homens que conheci

Amor Fati

Conheci o músico e de sua boca saíram notas dissonantes Conheci o carpinteiro e de suas mãos saíram corpos desarticulados de madeira Conheci o poeta e ele sussurrou sobre as ruínas dos jardins suspensos   Todos os homens que conheci