Quase nada

ro_burk

 

O que sei de você

É areia fina

Bolha de sabão

Microscopia que não domino

Mas arrisco

 

O que sei de você

Me observa em silêncio

Fumaça de cigarro

Fabricando melodias

Em teus cabelos

 

O que sei de você

Sorri sem pressa

Vontade de abocanhar o mundo

Enlaçada às tuas verdades

 

O que sei de você

Foi criptografado na pele

Flocos negros caídos do céu

Da tua infância

 

O que sei de você

É vontade de não ir embora

Descansar sem pátria ou religião

Na imensidão da tua boca

 

O que sei de você

Tem gosto, sexo, cilibina

Letra de música

Que ignora a palavra

Resiste na melodia

 

O que sei de você

Confunde-se ao nada

Que conheço de mim

Desperta com a aurora

Em lençol frio e triste

Sem teu cheiro

 

Imagem:  Ro Burk [I’m not there]

Anúncios

Sobre Setúbal

Setúbal é Luciana Iser Setúbal, nascida em 6 de março de 1974, em Porto Alegre (RS). Professora e redatora/revisora publicitária por formação e experiência, é leitora e escrevinhadora desde a mais imatura idade. Culpa do pai, jornalista, que sempre a incentivou a ler. Deu nisso, uma metida a besta que assume não ter carteira de motorista nem saber nadar, mas que se orgulha de escrever (acredita) muito bem. E que agora, escreve aqui: lsetubal.wordpress.com.

  1. Lu como é bom conhecer esse seu lado poético que ainda não conhecia! Lindo!

  2. Cristiana

    Muito lindo minha amiga!

  3. O que sei de você me mostra que tem muita poesia aí pra brotar
    .

  4. Também gostei muito desse seu lado poeta. Quero mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: