Cutucando a onça

Imagem

Tá, eu sabia que Bibi me amava. Só que era jovem demais para compreender aquele tipo de lealdade. A história até era piada na família: ah Zico, não vá viajar não, a Bibi fica insuportável. Ela persistia, eu fingia não acreditar em tal paixão.

Amadureci e parei de brincar. Dá pra dizer que viramos amigos. Fazia-lhe confidências, exagerava nas aventuras para impressioná-la. Ela nunca respondia, apenas olhava.

Um dia, fui eu que me apaixonei. Stela: peitinhos que me cabiam certinho nas mãos e aquela bunda. Numa tarde de casa vazia, começamos a nos agarrar no sofá. Com jeito, fui colocando a mão dentro da roupa e quando a coisa tava esquentando, ela abriu o gritedo: ai, ai, ai, tira, tira!

Bibi marvada: não é que meteu as unhas na cara da Stelinha? Nunca mais deixo essa periquita fora da gaiola!

Anúncios

Sobre Sheila Boesel

SHEILA BOESEL nasceu em 1976, em Santa Cruz do Sul (RS). Formada em jornalismo, trabalha com escritos, sejam próprios ou encomendados. Mudou-se para São Paulo em 2008, mas ainda estranha quase tudo. Gosta de histórias desde a encarnação em que foi traça e, se lembrasse as aventuras que vive enquanto dorme, possivelmente iria tentar a sorte em Bollywood.

  1. Marcus Zittei

    eita eita eita, muito bom!!!!! o dura será parar de rir!!!!

  2. Aline Viana

    Rsrsrs Adorei, moça!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: