Arquivo do mês: outubro 2012

Zazen: ou momento (nada) Zen

A dor que perpassa meu peito trás a lembrança de minha última morte. Foi exatamente assim! Da mesma maneira que das outras vezes também. Meu guru até ralhou comigo dizendo que já deveria estar acostumada com esse “pequeno incômodo”. Segundo

Zazen: ou momento (nada) Zen

A dor que perpassa meu peito trás a lembrança de minha última morte. Foi exatamente assim! Da mesma maneira que das outras vezes também. Meu guru até ralhou comigo dizendo que já deveria estar acostumada com esse “pequeno incômodo”. Segundo

Avis Rara

O único hétero da sala. No primeiro dia de aula, curtiu. Concorrência zero, vou me dar bem. Fantasiou que seria disputado pela mulherada, escreveu lista de prioridades. Não rolou. Uma a uma, suas investidas malograram. Enfim, percebeu: não havia parceira

Avis Rara

O único hétero da sala. No primeiro dia de aula, curtiu. Concorrência zero, vou me dar bem. Fantasiou que seria disputado pela mulherada, escreveu lista de prioridades. Não rolou. Uma a uma, suas investidas malograram. Enfim, percebeu: não havia parceira

Luiz e Luiza

Imagem – Celina Kfugii   1966 – Luiz com seis anos e seu ligeiro velocípede sobe e desce a rua. Luiza com oito e sua boneca Soneca recebe a visita da madrinha e tia. Ele, por querer, passa diversas vezes em

Luiz e Luiza

Imagem – Celina Kfugii   1966 – Luiz com seis anos e seu ligeiro velocípede sobe e desce a rua. Luiza com oito e sua boneca Soneca recebe a visita da madrinha e tia. Ele, por querer, passa diversas vezes em

Ironman

O reflexo do teu rosto na tela do computador deu início à prova, Júlio, a primeira etapa compreendia memorizar o modo interrogativo com que você escutava os detalhes que o atendimento repassava sobre um projeto recebido; a segunda parte exigia

Ironman

O reflexo do teu rosto na tela do computador deu início à prova, Júlio, a primeira etapa compreendia memorizar o modo interrogativo com que você escutava os detalhes que o atendimento repassava sobre um projeto recebido; a segunda parte exigia

Qual a história de hoje?

… Um dia, descendo a Rua Augusta, resolvi cutucar meu nariz. Cutucava e pensava o que poderia encontrar lá dentro. Na xuagézima cutucada levei uma espetada na ponta do dedo e ouvi: — Por que não enfia este dedo cheio

Qual a história de hoje?

… Um dia, descendo a Rua Augusta, resolvi cutucar meu nariz. Cutucava e pensava o que poderia encontrar lá dentro. Na xuagézima cutucada levei uma espetada na ponta do dedo e ouvi: — Por que não enfia este dedo cheio

Teoria do Silêncio

  Sabia estar sendo perseguido. Aprendera rápido – depois das várias surras – a desviar a mente, despistando a AnaC – Agência Nacional da Consciência. Havia sido pego por besteira e agora que tinha noção de como tudo funcionava, optou

Teoria do Silêncio

  Sabia estar sendo perseguido. Aprendera rápido – depois das várias surras – a desviar a mente, despistando a AnaC – Agência Nacional da Consciência. Havia sido pego por besteira e agora que tinha noção de como tudo funcionava, optou

Lua em escorpião

Se tu não for puta agora, vai ser depois. Como assim? Ou tu é puta antes dos 20 ou tu vai ser puta depois. Melhor depois. Nada. Depois dos 20, tem grande chance de ser puta pra sempre.    

Lua em escorpião

Se tu não for puta agora, vai ser depois. Como assim? Ou tu é puta antes dos 20 ou tu vai ser puta depois. Melhor depois. Nada. Depois dos 20, tem grande chance de ser puta pra sempre.    

Está chegando o 1º Sarau Coletivo Claraboia!

Será no dia 20 de outubro, próximo sábado, a partir das 16h, o 1º Sarau Coletivo Claraboia. Queremos confraternizar com leitores e amigos e promover um momento onde juntos iremos saborear  literatura. Venha participar! Para ler seu texto preferido (seja crônica, conto,

Está chegando o 1º Sarau Coletivo Claraboia!

Será no dia 20 de outubro, próximo sábado, a partir das 16h, o 1º Sarau Coletivo Claraboia. Queremos confraternizar com leitores e amigos e promover um momento onde juntos iremos saborear  literatura. Venha participar! Para ler seu texto preferido (seja crônica, conto,

Tem um planeta atrás da estrela vermelha

Você não acreditaria se tivesse visto com seus próprios olhos. Também não acreditaria no pulo que o astrônomo, um nome chique que alguns cientistas preferem, levou quanto mirou seu gigante telescópio para um ponto meio perdido no céu. Sabe como

Tem um planeta atrás da estrela vermelha

Você não acreditaria se tivesse visto com seus próprios olhos. Também não acreditaria no pulo que o astrônomo, um nome chique que alguns cientistas preferem, levou quanto mirou seu gigante telescópio para um ponto meio perdido no céu. Sabe como

Imagem: Dreamstime

Telefonema no Divã

Ontem o meu humor estava como a Bolsa de Xangai, uma sucessão de quedas. Reuni algumas coisas que queria fazer, mais um montante de obrigações e decidi reduzir o meu índice de risco. Ainda um pouco alterada, mas com os

Imagem: Dreamstime

Telefonema no Divã

Ontem o meu humor estava como a Bolsa de Xangai, uma sucessão de quedas. Reuni algumas coisas que queria fazer, mais um montante de obrigações e decidi reduzir o meu índice de risco. Ainda um pouco alterada, mas com os

Imagem: Paul Vom Borax

SAL

    abis- sais em brasa   fendas chamam línguas brandas “era para ser uma história de amor”. disse ela delirante. “romantismo não tem cheiro de terra”. respondi com a língua cheia   nanda é bailarina. em seus pés cada

Imagem: Paul Vom Borax

SAL

    abis- sais em brasa   fendas chamam línguas brandas “era para ser uma história de amor”. disse ela delirante. “romantismo não tem cheiro de terra”. respondi com a língua cheia   nanda é bailarina. em seus pés cada

Suturas

As dobras e redobras de um corpo sem órgão: lindo bebê deformado, do nascimento só me sobrou a viscosidade da placenta a linha-curvatura-do-fora-cartografia-escalas-estrias de uma catástrofe cotidiana – memória palato fendido no retrovisor sua imagem é uma abstração que não

Suturas

As dobras e redobras de um corpo sem órgão: lindo bebê deformado, do nascimento só me sobrou a viscosidade da placenta a linha-curvatura-do-fora-cartografia-escalas-estrias de uma catástrofe cotidiana – memória palato fendido no retrovisor sua imagem é uma abstração que não

Memória de Menina I

Meu primeiro namorado foi o Marcelo. Sempre gostei de homens altos. Ele morava na esquina perto de casa. Seus cabelos eram loiros e encaracolados. Um lindo anjo de olhos verdes. Eu, com os meus oito anos, e ele dezoito. Nos

Memória de Menina I

Meu primeiro namorado foi o Marcelo. Sempre gostei de homens altos. Ele morava na esquina perto de casa. Seus cabelos eram loiros e encaracolados. Um lindo anjo de olhos verdes. Eu, com os meus oito anos, e ele dezoito. Nos

—————————-

Ajunta ternura de exu e candura de belzebu, lamúria de viúva e perfume de vulva fechadura de sepulcro e prepúcio de defunto xucro buço de matuto e volúpia de estupro cuspe de bruxa imunda e estrume de mula bunduda dentadura

—————————-

Ajunta ternura de exu e candura de belzebu, lamúria de viúva e perfume de vulva fechadura de sepulcro e prepúcio de defunto xucro buço de matuto e volúpia de estupro cuspe de bruxa imunda e estrume de mula bunduda dentadura