João e Maria

Portrait of Serena Lederer - Gustav Klimt

Portrait of Serena Lederer – Gustav Klimt

A sobrancelha denunciava. Nascido varão, transformaram-lhe mulher. Promessa da mãe pra não perder outro filho na guerra. Temporão, João cresceu como Serena sem questionar. A guerra acabou e a matriarca arrependida prometeu solução no marido. Noivo arranjado, apavorou-lhe as núpcias. Vestida de noiva, ameaçou desistir confessando-se Serena que desejava feito João. Inchava-lhe a intimidade olhando as meninas. Acalmou-lhe a mãe prometendo surpresas. Carregada no colo e jogada na cama, Serena logo mostrou-se João. Apaixonado, o noivo hoje José, declarou ter nascido Maria e como cavalo marinho, seria ele a gestar o menino.

Anúncios

Sobre Fernando SanPrieto

Fernando SanPrieto nasceu em 1974, em Catanduva (SP). Estudante por vocação, é graduado em Artes Plásticas e Design, pós-graduado em Ensino de Artes, ator recém formado e PhD em não usar nada disso. Impaciente, lê mais de um livro de cada vez e sempre mistura as histórias.

  1. em cada dia
    em cada linha
    mais preciso
    mais encantador
    Parabéns!!!

  2. Fê, em poucas linhas, a história rica de duas vidas que se entrelaçaram. Maravilha!

  3. A-DO-RO essa sua série!
    Já pensou em fazer projeto de livro com ela?? Eu compro, juro!

    • Nossa Bia! Até este seu comentário, não tinha pensado. Mas agora…
      Será que rola um livro só de minicontos sobre as mulheres que Gustav Klimt pintou? Teve ter umas 30 ou 40 telas de mulheres. Ou será melhor incluir outros pintores?
      Vou pensar com carinho no assunto.
      Bjsssss e obrigadoooo

  4. Bem observado, Bia. Essa série é um bom projeto para livro. Contos sucintos, com personagens muito ricos.

    • Você também acha? Estou começando a acreditar.
      Veja minha resposta no post da Bia. Seria melhor só as mulheres de Klimt ou mais algum pintor. Só as do Klimt deve dar uns 30 ou 40 minicontos. Suficiente?
      Valeu Ro!!!

      • Acho que 40 minicontos devem ser suficientes. Mas não vejo problema em incluir as mulheres de outro pintor, se os textos tiverem afinidade com estes. Abs,

  5. E aí, Fê? Bora publicar a coletânea? I have ideas…
    😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: