Pavê de amendoim com leite condensado

Foto: Chef na rede (http://www.chefnarede.com.br/)

Ingredientes

*2 latas de creme de leite

Algo urgente: madrinha. Muito urgente: querida madrinha. Imprescindível: Minha querida, adorada madrinha. Quando queria pavê: Minha amada, adorada, encantada, melhor-doceira-ao-sul-de-pecos madrinha.

*2 pacotes de biscoito maisena

Foram comemorar sozinhos os seus quinze anos em um restaurante. (Ele podia jurar que a madrinha quase o beijou na boca). Saboreou temperos que fizeram os dentes trincar, degustou doces que fizeram as pernas bambearem e sorveu bebidas que fizeram a testa festejar. (Ele podia jurar que a madrinha apertou a sua perna) Foi levado bêbado para a casa dela. Ela deu café amargo, um demorado banho frio e depois um pavê gelado. (Ele podia jurar que a madrinha pegou firme no seu pau.)

*2 latas de leite condensado cozido

Em tempos de bancas jornais sendo explodidas, roubar o carro foi fácil. Complicado foi tirar o camarada da cidade. Ex-professor, ex-guerrilheiro, atual terrorista e “um amigo muito querido” de sua madrinha. Ele foi atencioso, foi cortês, foi solidário, foi respeitoso até que o atrevido falou que ela “ainda era a buceta mais picante” que havia comido. Com os dentes quebrados foi jogado em frente de  uma delegacia.

*200 g de coco ralado

Vir no feriado para a cidade da família tinha sempre o mesmo roteiro: Chegada sexta à noite. Sábado pela manhã almoço com a família. Sábado à tarde rever os amigos. Sábado à noite reencontrar antigos amores. Domingo pela manhã com a madrinha. Na chegada, uma longa estimulação vaginal. Conversas amenas e masturbações variadas. Almoço com almôndegas e uma dupla penetração com auxílio de um consolo flexível. Antes da sobremesa: uma enrabada na cômoda. Beijos sortidos e uma carona até a rodoviária. Bondage era somente para domingos de páscoa, dias das mães e aniversários.

*1/2 kg de amendoim torrado e triturado

No casamento dele com uma ruivinha: o pai bebia, a mãe reparava na decoração e a madrinha chorava cântaros. Na recepção: o pai fumava, a mãe avançava no buffet e a madrinha fazia juras de vingança. Na saída para a lua de mel: o pai estava jogado no jardim, a mãe fofocava com uma nova “velha amiga de infância” e a madrinha acudia a noivinha que rolou da escada: quebrou o braço esquerdo, duas costelas, teve o pulmão perfurado e um hematoma de esganadura.

Modo de preparo

**Cozinhe o leite condensado por 30 minutos em panela de pressão, espere esfriar abra a lata

A madrinha ficou quase cinco anos viajando com um namorado. Neste tempo ele teve o casal de gêmeos, foi duas vezes despedido, abriu um negócio próprio e faliu, foi readmitido duas vezes com salários mais baixos e pegou a esposa, a ruivinha, com a massagista dela na cama, duas vezes. Quando a madrinha soube dos infortúnios, convidou para morar com ela e fez o mais delicioso pavê. A cada quinze dias, quando os gêmeos ficavam com ele, a madrinha voltava para o quarto dela.

**Misture no liquidificador o creme de leite e o leite condensado cozido

Para ter uma segunda cerimônia de casamento tranqüila, ele ofereceu para a madrinha e a mãe uma excursão de cinco dias para Caldas Novas. Lá elas, de farra, roubaram todos os documentos de uma companheira de viagem. Dali foram para Brasília e se fartaram de gastar. Foram presas quando faziam uma aula de pole dance. A assinatura do cheque não bateu.

**Faça camadas de biscoito, o creme batido no liquidificador e o amendoim triturado até terminar os ingredientes

Você disse que era urgente!! Quer um pavê? Obrigado madrinha, estou com pressa, o que quer? Você? Que? Um pouco? Madrinha, levanta meu zíper!! Um pouco, por favor. Não, chega! Por favor. Madrinha, a gente não combinou?. Sim, mas … quero… um pouco… só passar a cabecinha. Não. Uma passadinha.  Madrinha, vou embora. Na cômoda? Tá só um pouco … Metade? Tem pavê? Mais quinze minutos e estará pronto. Vai tudo.

**Leve à geladeira por aproximadamente 12 horas

A madrinha tinha noção que repetia as histórias. Ele tinha a certeza que a madrinha precisava de cuidados especiais: esquecia a rotina, trocava nomes e o agarrava em público. Ela disse que estava com calor. Ele abriu a janela. A madrinha pediu um copo de água, antes o beijou e disse que o amava como filho. Apertou o seu pau e começou a rezar. Ele achou graça:”A madrinha agradece a Deus por um copo de água ou pela patolada?”. Foi buscar com a certeza que irá interná-la. Ela se jogou do sétimo andar.

Anúncios

Sobre Plínio Camillo

Nasci em 26 de novembro de 1960. Aos três anos descobri que as letras tinham significados. Aos cinco, a interrogação. Aos nove, não era sintético. Aos 12, quis ser espacial. Aos 15, conquistei a exclamação. Aos 17 vi os morfemas. Aos 20 estava no palco. Aos 22 me vi como um advérbio. Aos 25 desenredei a Lingüística. Aos 27 redescobri as reticências. Aos 30, a juventude. Aos 35 recebi o maior presente: Beatriz Camillo, aquela que me trouxe a felicidade. Aos 40 desvendei uma ligeira maturidade. Aos 41 voltei para Sampa!!!. Aos 45, recebi o prazer de viver em companhia. Aos 50 anos, uso óculos até para atender telefone. Hoje: escrevo.

  1. Uau! Fiquei sem fôlego e acredito que engordei um pouco com tanta caloria boa desse pavê! Que mistura pra lá de boa heim seu Plínio? Vou te contar! Parabéns por mais um belo e criativo texto.

  2. Excelente, Plinio!
    Se o texto ou a receita… bem, prefiro ficar com os dois! Meu caminhãozinho agueeeeeeeenta!

  3. Lena

    Acho que vou fazer um pavêzinho hoje …

  4. Texto saboroso, Plinio! O paralelismo é a cereja do bolo. Muito bom!

  5. Mão firme na condução da narrativa: esse texto dá fome e tesão. Uau!

  6. Pobre madrinha, pensou que era uma passarinha. Posso substituir o creme de leite pelo creme de coco?

  7. Mariana

    Adorei o texto e a receita!
    Mas fiquei com várias dúvidas… kkk
    2 ou 4 latas de creme de leite?
    Seria ela louca, tarada ou apaixonada?
    abraço Pliniao!

  8. Ricardo Delfin

    Dá uma água na boca…

  9. Heloiza Reis Moraes

    Fiquei na dúvida também, são 4 latas de creme de leite? Na receita está duas!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: