Chocolate

Um chocolate quente, por favor.

E tudo se deu por causa dele. O gosto quente ainda aquece a minha memória e você insistia que era um capuccino. Não gosto do amargo do último gole do café e também passei a não gostar dos seus plantões. Mas eu calava porque, afinal, rendiam o motel com batata frita; as piores que já comemos, e nisso a gente concordava.

Você passou a brigar por conta das rodas de samba que eu frequentava, principalmente da minha saia de porta-estandarte no desfile de carnaval. Agora era você que, sem razão, reclamava. Mas era impossível arrancar essa sua confissão. Mais fácil era alcançar o pote de ouro.

No cinema também dava certo. Até demais, tanto que cansamos de Almodovar. Vendemos quase que em leilão o box da edição especial e, no final das contas, gastamos tudo na pré-estréia de A lei do desejo. Eu ria em saber que você escondia seus choros a cada final de filme.

Engraçado lembrar dos nossos detalhes e não escutar a sua velha e mofada crítica. Passado é passado, minha filha. Sempre categórico, sem aceitar contra-resposta. Hoje me pergunto se o fundo musical do café naquele dia não fosse Elis cantando Iracema, se eu teria feito o mesmo pedido. Porque, olha só, eu vou te explicar: pede café quem escuta Cartola, e eu, meu bem, escuto Nelson Cavaquinho…

Já tem alguns anos que a cruz do seu nome tem mais anos do que eu quando daquele chocolate. Entre nós, só marias-sem-vergonha conseguem resistir e, como se não bastasse, insistem em nascer, ironicamente, na cor que você detesta. Roxo. Minha preferida.

Eu bem que quis trocar a placa por uma só com o seu nome, mas não deixaram. Não dá, dona, tem que ter a data de nascimento e óbito, são regras. Resolvi do meu jeito, apesar de saber que você reprova as minhas soluções práticas. Mas confia em mim, assim é melhor. E também… ah, é só fita crepe, não mancha a placa, nem a sua honra e eles sempre tiram depois que eu vou embora.

Quando a saudade aperta é que fica difícil… Eu finjo que você ainda não voltou de viagem, tá no Marrocos, na putaqueospariu, nos quintos dos infernos, que seja!, só pra não doer tanto.

É que a esperança é sempre a última que… que fica. E normalmente ela também pede um chocolate.

Anúncios

Sobre Bia Bernardi

Bia Bernardi é escritora e gosta de ler livros de temas diversos, adora música, pra dançar ou só ouvir, e gosta de estar com quem gosta.

  1. Aline Viana

    Sabe, que no começo achei que seu personagem, o homem, fosse jornalista? rsrsrs Plantões e motel com batata frita é muito a cara dessa minha profissão, rsrsrs
    Enfim, gostei muito do ritmo do texto, da trama toda e da virada no uso clichê da esperança. Muito bom mesmo!

    Bjs

  2. Memórias saboreadas com chocolate quente. Bela estreia, Bia.

  3. Bia que texto delicioso! Ah, meus chocolates daqui pra frente nunca mais serão os mesmos depois desse texto. Linda estreia!

  4. Clarabia!!!!
    Bárbaro!!! Bárbara!
    Muito bom!!!
    A “dona escrivinhadeira” está mais madura! Precisa e muito bem humorada!!!
    Um carnaval!!!!

  5. Puxa que legal, que máximo, que tudo de bom!!!
    Parabéns! …”esses” elogios são mais que merecidos =)
    Sucesso na sua carreira de escritora 😉

  6. Parabéns, Bia! Ótimo texto!

  7. Sheila Boesel

    Parabéns pela estréia Bia!!! Esperamos o próximo café, ops, chocolate, hum…

  8. Almodóvar e chocolate… tá querendo me seduzir?
    ;-D

  9. Hum… acho que, da minha parte, não… rsssssss
    Mas uma boa história pode sair, de novo, por ele… Hein?

  10. Marcus

    hummm….to gostando de passar por aqui, fantasia meu dia!

  11. Com um pouquinho de atraso, mas parabéns por sua estréia.
    Gostei muito do texto.
    Abração.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: